LEIAM OS NOSSOS BLOGS

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Sport consegue efeito suspensivo e jogo contra o Criciúma será na Ilha.




De acordo com o vice de futebol, Arnaldo Barros, decisão anula punição que fez clube perder dois mandos de campo por conta de briga entre organizadas em Florianópolis.

O departamento jurídico do Sport conseguiu, nesta segunda-feira, um efeito suspensivo da pena que havia sido imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva na semana passada com a perda de dois mandos de campo. A punição foi motivada por conta de uma briga entre duas torcidas organizadas do próprio time, na partida diante do Figueirense, no início do mês.

Figueirense x Sport briga entre torcedores do Sport (Foto: Renan Koerich)
Sport foi punido por conta de briga entre a própria torcida (Foto: Renan Koerich).
   
- Toda a pena está suspensa até o final do julgamento. Tanto a dos mandos de campo, quanto a multa. Agora o processo será julgado pelo pleno do STJD, comentou o vice-presidente de futebol do Sport, Arnaldo Barros.

Ainda de acordo com Barros, a data para o novo julgamento ainda não foi marcada e enquanto isso o Leão poderá jogar normalmente na Ilha do Retiro e com portões abertos.   

- Não temos previsão de data. Eles vão estudar o processo mais a fundo e com calma e depois colocam em pauta no melhor momento.   

Por conta da punição, existia a possibilidade do jogo do próximo domingo, contra o Criciúma, fosse realizado em Caruaru. Essa já era uma estratégia do Sport para não atuar de portões fechados, já que poderia mandar a partida numa cidade com mais de 100 quilômetros de distância.
Por Recife - GLOBOESPORTE.

sábado, 23 de agosto de 2014

Empresas de ônibus de Caruaru atuam sem participar de licitação.




As melhorias no transporte de passageiros em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, por meio dos ônibus, vêm sendo implementada aos poucos pelas empresas que atuam na cidade. Mas elas ainda trabalham sem participar de uma licitação, que ordena o serviço, dando a essas empresas direitos e deveres também.

Estado de conservação dos ônibus, preço de passagens, linhas mais adequadas às necessidades da população, são algumas das dificuldades que poderiam ser solucionadas se houvesse a regularização do serviço do transporte coletivo em Caruaru. 

 
A Secretaria de Administração do município chegou a publicar em 2013, no Diário Oficial de Setembro, a justificativa para a abertura de um processo licitatório, porém, o Edital não chegou a ser publicado.

O ano passado, o Tribunal de Contas do Estado, expediu uma Medida Cautelar que suspendia o processo de contratação de empresas, para prestação do serviço público de transporte de passageiros em Caruaru. De acordo com o TCE, a medida foi tomada, porque foram  encontradas irregularidades no processo licitatório, constatadas por uma equipe de auditoria do Tribunal.

O Tribunal estipulou um prazo, até o último dia 08, para que fossem corrigidas as observações interpostas. Desde então, a Prefeitura precisou adequar-se às observações feitas pela equipe de peritos.

O Coordenador de Licitações da Prefeitura de Caruaru, Paulo Maranhão explicou que “o Tribunal questionou com relação ao prazo das concessões, sugerindo que a Prefeitura diminuísse o prazo delas, mas existe uma lei municipal que o cumprimento de 15 anos por parte da Prefeitura, que é o prazo contido no edital. O Tribunal também fez uma sugestão, no sentido de que fosse aumentado o número de empresas, no caso de consórcio. Sugestão que já foi acatada pela municipalidade. E informamos ao Tribunal que vamos proceder essa modificação. Então, eu acredito que nós estamos chegando na parte final do processo, em que vamos retomá-lo, muito em breve” finalizou.

Já Promotora de Justiça, Bianca Estela, que acompanhou o caso, explicou que “até o dia 25, o TCE estará analisando as razões e o estudo de viabilidades do processo licitatório, porque na verdade, o edital de licitação já saiu e foi questionado. O Tribunal de Contas, faz uma análise prévia pra ajudar, no sentido de que se faça uma adequação do edital de licitação às normas legais regulamentares e ele também tem essa função de reprimir” acentuou.

Em nota, o Tribunal de Contas informou que o caso, já foi encaminhado para o gabinete da Conselheira Relatora Teresa Duere, para julgamento. Se o TCE aceitar as proposições, o processo de licitação terá continuidade.

No áudio abaixo Paulo Maranhão – Coordenador de Licitações e a Promotora de Justiça Bianca Estela mostram em detalhes como se encontra o caso do processo de licitação do transporte público em Caruaru atualmente...


Reportagem Jailma Barbosa TV jornal Caruaru.
Núcleo SJCC/Caruaru Do NE10 Interior.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Comissão da Feira da Sulanca deve anunciar preços de boxes e lojas.



 Imagem TV Jornal Caruaru.
 
A comissão formada por entidades de Caruaru, para discutir e planejar a mudança de local da Feira da Sulanca do município, tem se reunido semanalmente para debater o assunto. A expectativa é que nas próximas semanas, com a estrutura definida e o preço da obra calculado, sejam divulgados os preços dos boxes e das lojas para os sulanqueiros.
 


O terreno para onde a Feira da Sulanca deverá ser transferida às margens da BR 104 nas proximidades do Polo Comercial de Caruaru, ocupando 60 hectares. Em março deste ano foi decretada a desapropriação do referido terreno no valor de 10 milhões de reais.

Imagem TV Jornal Caruaru.
 
Recentemente surgiram rumores de que o local não estaria adequado para receber a transferência da Feira da Sulanca de Caruaru. Entretanto, o Secretário Municipal de Serviços Urbanos Paulo Cassundé confirmou que todos os trâmites legais do processo de transferência estão sendo seguidos pelo Departamento Jurídico da Prefeitura de Caruaru e em vista disso, não existe nenhuma irregularidade que impossibilite, dentro da lei, a consumação dessa realidade, bem como toda documentação exigida, está sendo providenciada.
Regularmente, reuniões estão sendo realizadas com representantes dos Sulanqueiros, da Prefeitura  e membros da Comissão formada para discutir os assuntos pertinentes a transferência da Feira da Sulanca na Capital do Agreste. A Presidente da Comissão Fátima Amaral, afirma que todos os detalhes estão sendo pensados e discutidos, para que ninguém se sinta prejudicado, após a transferência da Feira para o seu novo local. Segundo ela, haverá espaço para todos. 

Secretário de Serviços Urbanos e a Presidente da Comissão da Feira falam, no áudio abaixo, das providências  que estão sendo tomadas antecedendo a transferência da Feira da Sulanca em Caruaru...
Reportagem Izabela Barbosa - TV Jornal Caruaru. 

Núcleo SJCC/Caruaru Do NE10 Interior.
 

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

CBF confirma Sport x Criciúma no Lacerdão aqui em Caruaru.

Organizadas fizeram Sport perder dois mando de campo (Foto: Renan Koerich).

Diretoria rubro-negra promete recorrer para tentar evitar punição dada ao Rubro-negro.

 
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) marcou para o estádio Luiz Lacerda, em Caruaru-PE, a partida entre Sport e Criciúma, válida pela 18ª rodada, que será disputada no dia 31 de agosto. O local do jogo foi modificado em decorrência da punição sofrida pelo Rubro-negro, que perdeu dois mandos de campo devido à briga proporcionada por duas das maiores organizações, durante o confronto contra o Figueirense, no dia 3 de agosto. Com isso, o Leão atuará a 134 quilômetros do Recife.

Apesar da confirmação por parte da CBF, o vice-presidente de futebol do Sport, Arnaldo Barros, se mantém esperançoso em cancelar a punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva - STJD.

- Entendemos que é apenas uma medida protocolar da CBF. Quando a punição saiu, o STJD a prontificou e a CBF fez a alteração. Isso tem de ser feito pelo menos 10 dias antes do jogo e isto foi feito. Mas entraremos com um recurso pedindo um efeito suspensivo nesta sexta-feira e estamos esperançosos para que esta punição não aconteça.

Além de dois mandos de campo, o Sport também terá que pagar uma multa de R$ 10 mil. Enquanto isso, o Figueirense recebeu apenas uma multa de R$ 5 mil. 
 
Por Recife.

Vereador pede interdição da Casa de Saúde Bom Jesus em Caruaru

O vereador Jailton Soares (Jajá), atualmente sem partido, apresentou na noite dessa terça-feira (19), durante a reunião na Câmara Municipal, voto de repúdio a Secretaria municipal de Saúde de Caruaru pelas mortes de bebês na Casa de Saúde Bom Jesus. Segundo o parlamentar, a unidade de atendimento deve ser fechada urgentemente. “Analisando casos de outras famílias que vêm sofrendo, que vêm saindo da nossa cidade para poder ganhar bebê em cidades vizinhas, a melhor solução seria a interdição daquele prédio.”, disse.

A principal reclamação do vereador deu-se pelo fato da morte de mais um bebê no fim de semana em Caruaru. A família acusa a Casa de Saúde Bom Jesus de negligência. Ainda de acordo com Jajá, a estrutura do local põe as vidas da mãe e do bebê em risco. “É um prédio velho, que está só para trazer dores e incomodo para nossa sociedade”, concluiu. 

Mais reclamação contra a administração em Caruaru
Outro vereador que se mostrou contrario a posicionamentos relacionados a administração na Capital do Forró foi o presidente da Câmara Leonardo Chaves (PSD). Ele relatou indignação contra coordenação do Centro de Referência de Assistente Social (Cras), que, segundo ele, pretende tirar a unidade do distrito de Malhada de Pedra. “Nós tivemos a noticia de que a coordenadora do Cras de Malhada de Pedra está querendo transferir a unidade de lá. E nós não aceitamos isso”, criticou.
 
Da Redação Liberdade.

Caruaru não corre risco imediato de colapso no abastecimento d'água.

Barragem de Jucazinho 

Pernambuco enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos, mas racionamento em Caruaru só será adotado se não houver chuva em janeiro. 
 
O gerente regional da Compesa, em Caruaru, João Rafael, tranquilizou a população sobre a situação crítica dos mananciais. Em entrevista nesta quarta-feira (20) ao programa Show da Cidade, na Liberdade AM, ele garantiu que a região não corre risco de colapso no abastecimento d'água.
Barragem do Prata.
 
De acordo com João Rafael, a barragem de Jucazinho garante abastecimento até o final do ano e Prata se encontra com 50%, garantindo água até o próximo período de chuva, em 2015.
 
O gerente da Compesa lembrou que o Estado enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos, mas o racionamento só será adotado em Caruaru se não houver chuva a partir de janeiro.

Da Redação Liberdade.