LEIAM OS NOSSOS BLOGS

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Estado construirá presídio para desafogar o Plácido de Souza

Estado liberou verbas para construir presídio no Agreste

A Secretaria-Executiva de Ressocialização (Seres) anunciou a liberação de recursos do governo do Estado para dois projetos que vão contribuir para diminuir a superlotação do sistema carcerário de Pernambuco: a construção de um presídio para 600 detentos em Tacaimbó, no Agreste pernambucano, e a aquisição de duas mil tornozeleiras para monitoramento remoto de presos.

As obras do Presídio de Tacaimbó devem ser iniciadas em outubro. A construção utilizará pré-moldados e deve ficar pronta em seis meses. Com a inauguração da nova unidade, a situação crítica do Presídio Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, será minimizada.

“O governador Eduardo Campos assinou a liberação dos recursos e a construção será feita nos moldes dos novos presídios do Espírito Santo. A expectativa é inaugurar a unidade até março de 2012”, afirmou o secretário-executivo de Ressocialização, Romero Ribeiro.

A população de Tacaimbó está dividida com relação à obra, orçada em R$ 25 milhões. O presídio ficará às margens da BR-232, num trecho localizado a três quilômetros da principal via de acesso ao município, que tem 12 mil habitantes.

Do Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário